Promoção!

Da flor que faz doer o sangue ,

“o silêncio do astro incomoda o cerco
do voo, princípio do fogo
como último agasalho.
as paredes revestem-se do coração
separam a distância da tempestade
amor íngreme de um gume seco
trago amargo da garganta que sulca
o papel, lavrado pelo nada das palavras.
pergunta o lugar
finges
não conhecer a saída
para os teus olhos.”

Duarte Ribeiro nasceu em Penafiel, no ano da graça de 1975. É casado e pai de uma filha. Frequentou o seminário dos Missionários da Consolata durante seis anos. Estudou Ciências Religiosas na Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional do Porto. Publicou o seu primeiro livro de poesia em 2006, sob o título “quando as palavras falam e outras imagens”. Criou o movimento “esclarecer”, em 2008. Tem colaborado em várias publicações de arte, fotografia, educação e poesia.


Ficha técnica
Título: Da flor que faz doer o sangue
Autor: Duarte Ribeiro
Editor: Fundação Manuel Leão
Coleção: Fogo das figuras
Número de edição: 1
Ano de Edição: 2011
N.º de páginas: 56
ISBN: 978-989-8151-26-1
Dimensões: 140x205x4 mm

5,00 4,35

ID : 505 Categorias: ,