Promoção!

Job ou a tortura pelos amigos ,

Fabrice Hadjadj, ataca, nesta obra, a grande interrogação humana sobre o possível sentido da dor. Problema posto dramaticamente em Job e actualizado, aqui, num doente hospitalizado, visitado por amigos que lhe levam mãos cheias de conselhos e de explicações, mas acabam profundamente questionados pelo vazio do sofrimento real. Como analisa Gianfranco Ravasi: “a sua retórica argumentativa, o seu dogmatismo subtil, a artificial ênfase consolatória, o seu implícito cinismo tornam-nos afinal verdadeiros adversários que sufocam o grande sofredor com os assaltos de uma hipócrita solicitude.” Abre-se outro sentido que brota da sabedoria e não da superficialidade dos lugares comuns. A proximidade de Deus permite viver o escândalo da dor como berço da esperança.

Fabrice Hadjadj (Nanterre, 1971) é filósofo, ensaísta e dramaturgo. Tem vasta obra, traduzida já em várias línguas.

D. Carlos Alberto de Pinho Moreira de Azevedo (1953-) é bispo titular de Belali e entre 2005 e 2011 exerceu as funções de Bispo-auxiliar do Patriarca de Lisboa. Foi Secretário da Conferência Episcopal Portuguesa, Presidente da Comissão Episcopal de Pastoral Social e membro da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais. Foi o coordenador da Viagem Apostólica a Portugal de Bento XVI, entre 11 a 14 de Maio de 2010. A 11 de Novembro de 2011 foi nomeado Delegado do Conselho Pontifício para a Cultura.


Ficha técnica
Título: Job ou a tortura pelos amigos
Título original: Job ou la torture par les amis – Éditions Salvator
Autor: Fabrice Hadjadj
Editor: Fundação Manuel Leão
Tradução: Carlos A. Moreira Azevedo
Prefácio: Gianfranco Ravasi
Número de edição: 1
Ano de Edição: 2012
N.º de páginas: 76
ISBN: 978-989-8151-30-8
Dimensões: 120 x 180 mm

8,50 7,39

ID : 503 Categorias: ,

Também pode gostar…